Sem explicações

maio 30, 2013 § Deixe um comentário

Afinidades. Explicar como isso acontece envolve uma centena de razões. Às vezes nos entrosamos por músicas, livros, ideias e outras razões que nos formam e nos colocam em contato com os outros. Todavia, às vezes possuímos afinidades que não se explicam. Onde, como dizem no popular, os santos cruzam e uma afinidade inexplicável é criada. Onde nada material parece ser maior do que um sentimento de querer bem. Nesse ponto, nada o que é de material importa, nem casa, nem carros, nem discos e nem livros. Ela nasce assim querendo fazer o bem e ser genuinamente fraterno e amoroso. Uma felicidade que surge apenas no fato de existir um outro alguém. Talvez algo de alma, de vidas passadas ou apenas o destino dessa vida aqui mesmo terrena e misteriosa que te coloca na vida de outras pessoas sem explicações, 

13 de Maio Dia de Preto Velho

maio 13, 2013 § 1 comentário

13 de Maio Dia de Preto Velho

“Eu vi num terreiro de umbanda
Um velho a trabalhar
Ele trabalha com a pemba
Mas quem manda na pemba é oxalá”

Foto no altar, no interior, do Cristo em Juiz de Fora

Quereres na Umbanda

maio 1, 2013 § Deixe um comentário

Tudo o que eu quero é ter a longevidade das palavras de Oxalá.
Ser livre como os ventos de Iansã.
Ser justo como o machado de Xangô.
Ser forte como a espada de Ogum.
Ser firme como o arco e reto como as flechas de Oxóssi.
Ser mágico como as forças de Obaluaê.
Ser infinito como a sabedoria de Nanã.
Ter a doçura das águas de Oxum.
E as forças dos mares de Yemanjá.
Ter a alegria do gargalhar dos Exús.
E a boa esperteza do Malandro Zé Pilintra.
Ser humilde e paciente como meus Preto Velhos.
Carregar a lealdade dos amigos Caboclos.
Ter o equilíbrio dos Marujos.
A fé na reza dos Boiadeiro.
E o amor ao mundo dos amigos Ciganos.
E um dia merecer a doçura de meus Erês. ♥

 

Autor desconhecido

Onde estou?

Você está atualmente visualizando os arquivos para maio, 2013 em Palavras pra Iaiá.