Chore amor

novembro 29, 2012 § Deixe um comentário

Chore amor

Pois para dor no peito

E amor desfeito

Tudo tem jeito.

 

Chore amor

Que a vida não tem bula

E às vezes a cura

Vem do sal da lágrima pura.

 

Chore amor

E saiba que o choro

não te faz um fraco,

apenas mais humano.

 

Chore amor

Pois não é fraqueza,

É apenas a limpeza

da profundeza da alma.

 

Priscilla Guerra

Tempo e espaço do amor

novembro 29, 2012 § Deixe um comentário

E aquele amor, que tentava resistir, ia perdendo-se no tempo e espaço da vida que seguia.

Priscilla Guerra

A blusa verde limão e a rosa

novembro 28, 2012 § Deixe um comentário

A blusa verde limão dele contrastava com a rosa vermelha, toda aberta, solitária, quase despetalada, que levava nas mãos. Entrou no ônibus e sentou no fundo. Seguia para Copacabana. Naquela noite, nem ele e nem a rosa passariam solidão. Teriam a um ao outro.

Priscilla Guerra

Lágrimas

novembro 28, 2012 § Deixe um comentário

Na mão o copo de uísque vazio transbordava lágrimas.

Priscilla Guerra

BlackFriday de Verdade

novembro 23, 2012 § Deixe um comentário

Desconto grande da Black Friday mesmo vai ser o da sexta que vem quando sai o seu salário.

Priscilla Guerra

Transbordado

novembro 23, 2012 § Deixe um comentário

“Um sorriso inesperado e todo o sentimento transbordado. Ele não sabia mas tinha acabado de se apaixonar.”

Priscilla Guerra

Manhã

novembro 22, 2012 § Deixe um comentário

Trabalhou. Tomou a mulher. Beijou o café. E foi acordar.
 Priscilla Guerra

Onde estou?

Você está atualmente visualizando os arquivos para novembro, 2012 em Palavras pra Iaiá.