Sempre confuso como eu

agosto 31, 2011 § Deixe um comentário

        Mais uma vez lá vou eu criar um novo blog. Espero que esse venha e que não parta mais uma vez minhas palavras ao meio. Não sei que tipo de coisa irá passar por aqui mas uma nova fase tenho certeza que ele iniciará. Uma fase que me faz ouvir “Minha menina” dos Mutantes com outros ouvidos por mais que eu já tenha ouvido em diversas fases essa música. Uma fase que não sei se acabará. Tudo acaba né? Mas espero que esse blog não e essa fase também não pois o 2011 parece mostrar um começo. Um começo que eu sempre esperei. Mesmo estando ele já quase no fim. Espero que por aqui venham coisas pessoais e profissionais. Coisas do passado, presente e futuro. Espero que com ele volte a escrever como antes. O que gosto muito de fazer mas que a correria do dia-a-dia de professora às vezes me faz ficar só em coisas de escola sem exercitar minha imaginação para outras escritas. Então é isso. Sempre confuso como eu. Apesar de futura jornalista ter que ser sempre clara tentarei mostrar clareza em determinada opiniões sobre o dia-a-dia, artes, espiritualidade e tudo o que estiver ao meu redor e eu julgar ser relevante a escrever. O título é pensando na Iaiá de Caymmi sim mas também pensando nas diversas outras mulheres que se encontram dentro de mim e que já publiquei em texto que futuramente colocarei aqui. Eu sou quereres, eu sou professoras, eu sou fotógrafas, eu sou jornalistas, eu sou brasileiras, eu sou cariocas, eu sou mulheres… Eu sou apenas humana.

Priscilla Guerra

Anúncios

Onde estou?

Você está atualmente visualizando os arquivos para agosto, 2011 em Palavras pra Iaiá.